sábado, 30 de julho de 2011

Onde estou?

Você já se sentiu deslocado no mundo? 
Ando questionando onde será meu lugar nesse mundo. Não é que não goste daqui, eu amo, mas sabe quando você pensa que está no lugar errado?
Eu estava observando o filho de uma amiga abraçá-la e beijá-la e me veio à mente toda minha luta pra ter um filho, me lembrei do meu casamento e a dor do arrependimento bateu de novo. 
CAAAAAAALMA!
Não se anima, não chuchu! O arrependimento não é de ter perdido meu ex marido mas de ter casado com ele. 
Fiquei pensando nas pessoas que eu conheci no tempo em que estive namorando, nos meus longos 7 anos de namoro, lembrei de algumas pessoas que tentaram me conquistar e eu não dei chance alguma. 
Lembrei também que levo comigo um bilhete anônimo que veio acompanhado de rosas [ rosas amarelas ] quando eu estagiei na Caixa Federal, nunca descobri quem me enviou aquelas rosas. 
O mais engraçado é que eu sempre dizia "brincando" que me casaria com o primeiro que me mandasse rosas amarelas (minhas preferidas), era uma tentativa de convencer meu namorado pão duro  a me enviar rosas. O cara só sabia comprar violetas! Ai! Nada contra as violetas, heim? Elas são lindas! Mas eu já tinha 18 anos e ainda não tinha ganhado um buquê de rosas, e amarelas então... ! 
Meu primeiro buquê de rosas e ainda a-ma-re-las, vieram de um desconhecido, que, provavelmente me conhecia, porque se não fosse assim teria mandado rosas vermelhas que é o de costume... Pura lógica! rsrs
Claro! Sou boa nisso! rsrs
Mas voltando ao bilhete; guardei-o anos comigo e ainda guardo, não sei bem porque mas o que está escrito nele me pareceu tão sincero e tão delicado, nunca tive coragem de jogá-lo e entre tantas deslealdades do meu ex durante nossa vida nunca me condenei por isso, embora não ficasse relendo e nem mesmo lembrava onde estava guardado. 
Foi quando estava jogando alguns papéis velhos, como de costume relendo cartinhas de primos e amigos, que vi o cartãozinho de novo e lê-lo me reportou à minha juventude. Eu era tão romântica, cheia de sonhos, inocente, acreditava no amor... Ainda acredito, só que naquela época eu cria no amor pela pessoa errada e me dei mal. 
Acho estranho que nós idealizamos as pessoas e isso é um grande erro, porque idealizar alguém te deixa cego, logo você pega o primeiro que aparece e o encaixa no seu sonho de príncipe e faz tudo errado, daí num belo dia você percebe que seu príncipe nem, ao menos, é o corcunda de Notre Dame, portando não tem salvação..... rsrsrs
As pessoas que me conhecem sempre me fazem a mesma pergunta: _Como você o esqueceu? _Como fez isso, você o adorava? 
Aff! Eu adorava! Por isso me dei mal.
Mas esquecer não é tão difícil quanto parece, vou contar o meu segredo:
Quando eu ainda estava casada e não sabia que meu ex-marido estava me traindo, ele me perguntou uma vez: _Nós fomos felizes algum dia? Eu estranhei a pergunta e fiquei enumerando alguns momentos que havíamos vivido e que ele estava querendo esquecer e esperava que eu também tivesse esquecido. 
Após nossa separação, depois de muitas desilusões e frustrações sempre me lembrava dessa pergunta e nem imaginava que lembrar-me dela me ajudaria.
No final do ano passado nós nos vimos, foi um susto, porque havia muito tempo que não nos víamos e vê-lo me fez duvidar de minha decisão. Puxa! Graças à Deus ele é tão idiota que conseguiu estragar tudo logo que abriu a boca. Mas mesmo após as bobagens que ele disse, após ter ido embora eu fiquei com um sentimento estranho, não era amor, nem paixão, eu não sei explicar o que era, mas fiquei mexida por tê-lo visto. 
Ora! Foram 16 anos com o cara! Acha que sou o quê? Sou de carne e osso, claro que pensei em tudo que vivemos!
Isso é que é bom! Pensei em tuuuuuudo que vivemos!
Se você precisa esquecer alguém, tem que se livrar da idealização que fez, o príncipe encantado não existe, ele é um desenho e desenhos não se casam com você.
Quando você deixar de crer que o idiota que te fez de tonta é um príncipe, quando pensar que ele não é nem, ao menos, um sapo, que ele é só ele, vai esquecê-lo.
Uma boa dica.: Pára de colocar trilha sonora nas suas lembranças com ele. 
Aliás, não lembre dos momentos bons com ele, momentos bons a gente passa com amigos, com nossos animais de estimação, até no trabalho...
Sabe aquele momento em que ele te humilhou? É esse momento que tem que se lembrar quando achar que vai sucumbir à paixonite, esqueça que existiram bons momentos. 
Ele é o idiota que te humilhou, aquele cara que te chamou de monstro enquanto você chorava, que te olhou com desprezo, esse é o verdadeiro cara com quem você esteve, essa é a pessoa que você acreditou ser um príncipe, aquele momento é a prova do que ele é, é a prova de que você amou uma ilusão. 
Agora pense que existe alguém legal pra viver com você, alguém que te complete, alguém pra ser seu companheiro de verdade, cúmplice, amigo, irmão, marido, namorado, alguém que vai ser o que você precisa não o que idealiza, só que se ficar perdendo tempo com a ilusão vai perder o real, o verdadeiro, o homem da sua vida. 
Mas também não pense que alguém que te completa nunca vai te deixar com raiva, aí já é criancice demais, até pra mim.....rsrsrs
O real não é ruim, o real é que é concreto, que dura, que permanece, o conto de fadas, dura só enquanto a paixão existe, depois nada sobra, porque é uma grande mentira.
Bom, já consegui fugir da pergunta inicial: Onde é meu lugar nesse mundo?
Eu sinto que peguei algum atalho e me perdi, sinto que estou onde não deveria estar, que perdi algo importante pelo caminho o qual nem sei o que é. Bom pra mim, né? Pode ser que ao encontrar alguma jóia pelo meu novo caminho me faça pensar que encontrei o que havia perdido. 
Meus amores, o que sei dizer no momento é que não importa o quanto alguém te faça sofrer mas sim, o tempo que você se permite sofrer, se você quer viver intensamente cada momento de sua vida, não perca tempo com quem não vale, não deixe de viver por pouca coisa. 
E olha, mesmo não me sentindo no lugar certo, mesmo deslocada, me sentindo uma extra-terrestre ou pensando que perdi algo que nem sei o que é, ser o que sou hoje e estar viva escrevendo isso tudo faz valer toda lágrima, toda má escolha, todo mal momento, enfim, faz valer tudo mas isso não quer dizer que eu queira errar novamente. NÃO! NÃO!  
Quero viver certo, quero viver de verdade, a realidade e não a fantasia, nem a fraude.
Que bom que vivi mais um dia! 
Um beijo pra cada um de vocês que me lêem. 
Dag Veloso

5 comentários:


  1. Meu doce amiga, seu blog é muito bonito e interessante. Quando você quer se refugiar em algumas agradável baladas de ontem, hoje e sempre em todas as línguas e gêneros, eu convido a vocé a visitar meu blog e também ser capaz de me ouvir. Este sábado 30 de Julho, vamos compartilhar dez baladas em Português. Cinco canções românticas do Brasil e cinco do Portugal. Nos textos, reflexões pessoais e algumas notícias.Eu sou um Locutor. Desde a cidade do Rosario-Argentina. Atenciosamente.
    Beto. Sempre, em;
    http://baladasmp3.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Beto, já dei uma olhada no seu blog, só não consegui saber como seguir o que não é novidade, nunca sei... rsrs.
    Obrigada pelo comentário...

    ResponderExcluir
  3. Dag, ao longo da vida vamos errar muitas vezes e fazer muitas escolhas acreditando estarmos certos. Isso é viver. O mais importante é aprender com os nossos erros e, por que não, tb com os erros dos outros... somos observadores e atuantes da vida. Não se arrependa do passado, td vale a pena por ter ajudado a crescer e a abrir os olhos.
    VIVA MTO!! E seja FELIZ SEMPRE!!
    Bjo no coração

    ResponderExcluir
  4. O dificil é qdo o ex é tao fofo com vc q sempre parece q ele esta arrependido...ai, é mais dificil nao sucumbir a paixonite!
    Bjs e fik c Deus.

    ResponderExcluir
  5. ai Nana! Isso acontece com homens que não querem assumir compromisso mas também não querem que a pessoa parta pra outra, sabe?
    Ele quer um banco de reserva pra garantir que quando quiser é só dar um estalo e lá vão as reservistas correrem e se matarem por ele... aff!
    Esse tipo de fofo tem aos montes, mas eu prefiro um fofo que não queira se tornar meu ex, esse sim,é fofo!
    Xi amiga! Não caia nessa de fofo, não, é certo que existem mais mulheres que homens no mundo mas aí que tá a diferença, os homens não querem as reservistas, eles querem quem não depende deles em nenhum sentido, eles querem conquistar, eles não querem as que o querem, eles são bem mais complicados que nós mulheres... vai por mim, cai fora desse fofo e fica na sua que logo um cara dez aparece.
    Beijo.

    ResponderExcluir